SUBIR

SENALBA-ES

Seja bem vindo ao nosso novo site!

Quinta-Feira, 24 de Abril de 2014



  • O SINDICATO
  • JURÍDICO
  • FILIE-SE
  • DOWNLOADS
  • SENALBAS
  • HOMOLOGAÇÃO
  • FOTOS
  • DIREITOS
  • LINKS ÚTEIS

Últimas Notícias(Informa)








(23/04/2014 17:18:42) MTE modifica regras para concessão e alteração do código sindical  

“É fundamental que os sindicatos, federações e confederações CUTistas fiquem atentos às novas regras”, alerta Jacy Afonso, secretário de Organização da CUT   Nova Portaria nº 186/2014 determina que a Caixa não será mais responsável pelo gerenciamento do código sindical e cria novas exigências  Todos os procedimentos referentes à concessão, alteração ou cancelamento do código sindical não serão mais realizados pela Caixa Econômica Federal e sim diretamente pelo Ministério do Trabalho e Emprego. As novas regras estão vigor desde março e valem para todas as alterações e geração de código sindical que ainda não foram realizadas pela Caixa, independente da data de validação dos pedidos de atualização no Cadastro Nacional de Entidades Sindicais (CNES). Segundo Jacy Afonso, secretário Nacional de Organização da CUT, as entidades qu



(10/04/2014 18:04:46) Senalba-ES protesta e patrões oferecem 7,38% de reajuste salarial   

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 NEGOCIAÇÕES DO ACORDO COLETIVO DOS TRABALHADORES SESI/SENAI/IEL   Após vários protestos realizados pelo SENALBA-ES, na FINDES e no SENAI Beira Mar, a representação dos trabalhadores e patrões voltam a negociar. Na reunião realizada na manhã desta quinta-feira (10/04), entre a diretoria do Sindicato e a comissão patronal (FINDES), os patrões ofereceram 2% de ganho real + inflação do período (INPC) 5,38%, totalizando um reajuste de 7,38%. Outro avanço foi a redução no desconto no tíquete alimentação, diminuindo de 20% para 13%. Agora, o Sindicato vai agendar assembleia para levar a proposta à apreciaç



(07/04/2014 15:49:58) Centrais ocuparão ruas de São Paulo nesta quarta (9) em defesa da pauta da classe trabalhadora  

Dirigentes destacam unidade do movimento sindical para fazer avançar bandeiras como o fim do fator previdenciário e a redução da jornada de trabalho Sérgio Nobre destacou que unidade das centrais deve ser mantida para avançar na pauta da classe trabalhadora (Foto: Roberto Parizotti) A CUT e as demais centrais sindicais estiveram reunidas nesta segunda-feira (7), em São Paulo, para falar sobre a 8ª Marcha da Classe Trabalhadora: por mais direito e qualidade de vida, que ocorrerá dia 9 de abril e pretende reunir mais de 50 mil pessoas na capital paulista (leia mais abaixo). Para os dirigentes, a retomada da unidade do movimento sindical é fundamental para fazer avançar a pauta da classe trabalhadora, que tem como principais pontos o fim do fator previdenciário, a redução dos juros e do superávit primário, a redução da j



(03/04/2014 11:24:57) Senalba-ES realiza protesto em frente a Findes  

v\:* {behavior:url(#default#VML);} o\:* {behavior:url(#default#VML);} w\:* {behavior:url(#default#VML);} .shape {behavior:url(#default#VML);} O SENALBA-ES realizou na manhã desta quinta-feira (03) um protesto em frente a Findes contra a proposta absurda que os patrões ofereceram de 0,53% de ganho real referente ao Acordo Coletivo de Trabalho. O sindicato bloqueou os acessos ao prédio. Os trabalhadores ficaram do lado de fora. Durante o protesto, os patrões chamaram o Sindicato pra conversar pedindo uma trégua até amanhã (04), onde será realizada uma reunião com o Senalba-ES. Agora o sindicato espera que a bancada patronal apresenta uma nova proposta que chegue mais perto dos anseios da categoria.   Trabalhadores querem mais! Após três rodadas de negociações entre o Senalba-ES e a bancada patronal para renovação do Acordo Coletivo de Tr



(01/04/2014 12:21:01) Ditadura Nunca Mais! Atos por todo o Brasil marcam 50 anos do golpe militar  

Agenda de atividades entre 31 de março e 2 de abril exigem justiça e reparação e resgatam a história de luta da classe trabalhadora Dinâmicas diferentes, mas um só objetivo: repudiar os 50 anos do golpe, os crimes da ditadura militar, exigir justiça e reparação, e resgatar a história de luta dos trabalhadores e trabalhadoras. Foram 21 anos de ditadura militar (1964 – 1985) que precisam ser lembrados para que ditaduras nunca mais aconteçam. Serão diversos atos espalhados por todo o Brasil no período entre 31 de março e 2 de abril. Trabalhadores, trabalhadoras e o movimento sindical foram os principais alvos da ditadura. Centenas de entidades sindicais sofreram intervenções, com sindicalistas combativos, de diretorias democraticamente eleitas, presos, torturados e até mesmo assassinados. Ataques aos direitos sindicais e trabalhistas foram aprovados pelos militares e empresários comp



(28/03/2014 15:43:47) CUT exige respeito às mulheres  

Em nota oficial, presidente da CUT e secretária da Mulher, exigem que Metrô e rádio Transamérica sejam rigorosamente punidos pela propaganda que estimula assédio sexual A Central Única dos Trabalhadores repudia veementemente a propaganda veiculada na rádio Transamérica afirmando que os vagões lotados do metrô são “bons para xavecar a mulherada”. Esse estímulo ao crime, ao assédio e a violência abjeta contra as mulheres nos trens do Metrô de São Paulo ou em qualquer outro meio de transporte público tem de ser urgentemente investigado e punido com extremo rigor pelas autoridades competentes. O transporte público de São Paulo, especialmente sobre trilhos, que transportam milhões de trabalhadoras e trabalhadores diariamente, não é e nunca foi prioridade do governador Geraldo Alckmin, PSDB-SP. Pior que isso, um esquema de corrupção mont



(26/02/2014 16:36:33) Por que o Brasil é o país das oportunidades  

Em Artigo, presidente Lula faz balanço do desenvolvimento do País nos últimos 11 anos   Passados cinco anos do início da crise global, o mundo ainda enfrenta suas consequências, mas já se prepara para um novo ciclo de crescimento. As atenções estão voltadas para mercados emergentes como o Brasil. Nosso modelo de desenvolvimento com inclusão social atraiu e continua atraindo investidores de toda parte. É hora de mostrar as grandes oportunidades que o país oferece, num quadro de estabilidade que poucos podem apresentar.   Nos últimos 11 anos, o Brasil deu um grande salto econômico e social. O PIB em dólares cresceu 4,4 vezes e supera US$ 2,2 trilhões. O comércio externo passou de US$ 108 bilhões para US$ 480 bilhões ao ano. O país tornou-se um dos cinco maiores destinos de investimento externo direto. Hoje somos grandes pr


 
 







 1  2 3 4 5 6

Página 1 de 6

 

Cadastre-se e receba nosso informativo com notícias e novidades diretamente no seu email.

Nome:

Email:

Cadastrar Cancelar   

 
 

 

Rua Barão de Itapemirim, 209, Ed. Álvares Cabral, Sala 502/504, Centro, Vitória-ES, E-mail:senalba@senalbaes.org.br,(27)3222-4792